CONSEQUÊNCIAS DO ABUSO E DA EXPLORAÇÃO SEXUAL NA VIDA DAS CRIANÇAS E DOS ADOLESCENTES:

 

Cada vítima, independente da forma de abuso ou de exploração sexual, pode demonstrar seu trauma de forma diferenciada, que pode ser irreversível, podendo se manifestar de imediato ou após certo tempo. São exemplos de transtornos oriundos dessa violência:

 

  • Ansiedade excessiva;
  • Presença de pesadelos, conversas ou gritos durante o sono;
  • Dificuldade ou medo de dormir;
  • Perda ou excesso de apetite repentino;
  • Fazer xixi na cama (enurese noturna), ou problemas intestinais;
  • Presença de sangramentos, doenças sexualmente transmissíveis, gravidez, infecções ou dores na região genital e abdominal;
  • Comportamento muito agressivo ou muito isolado;
  • Dificuldade de aprender na escola, quando antes aprendia com facilidade;
  • Dificuldades de concentração;
  • Comportamento extremamente tenso, em “estado de alerta”;
  • Comportamentos muito infantis para a idade;
  • Tristeza, abatimento profundo ou choro sem causa aparente;
  • Comportamento sexualmente explícito (ao brincar, demonstra conhecimento sobre sexualidade inapropriado para a idade);
  • Masturbação visível e contínua, brincadeiras sexuais agressivas;
  • Relutância em voltar para casa;
  • Ausência na escola por vontade dos pais;
  • Descaso com as atividades escolares, poucos amigos;
  • Não confiar em adultos, especialmente os que lhe são próximos;
  • Idéias e tentativas de suicídio;
  • Autoflagelação, ou seja, machucar-se por vontade própria;
  • Fugas de casa;
  • Hiperatividade, ou seja, não consegue parar de se mexer.